domingo, 27 de março de 2011

nunca tão só

o sarcasmo saiu correndo de meus versos
e fiquei com a miséria, velha irmã.
como vai, querida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário