sábado, 4 de junho de 2011

opa

tudo quanto vivo
é tão pungente
tanto ardente
tanto gritente

mais uns milhões de
meios de caminh
assim pelas
meta
des

opa
aos
poucos

como ela
talvez diria
se lesse
se não
às vezes
nos

Nenhum comentário:

Postar um comentário