quarta-feira, 21 de setembro de 2011

da fé

Poesia
dá mais margem
espaço rio pro
indizível e
pro som cadência e pra forma
desenho

Nenhum comentário:

Postar um comentário