sexta-feira, 11 de novembro de 2011

das escadas

eu deveria ter te tomado
mais devorado
mais
eu deveria

mas agora
te imaginando
rolando degrau por degrau
sorrio no canto dessa minha boca

e matar e morrer
e ver que não morreu
e não morri
e, de novo, matar e morrer,
até deixar tudo ir
até deixar tudo ir

Nenhum comentário:

Postar um comentário