quinta-feira, 21 de novembro de 2013

é o desfazer do humano

é o desfazer do humano
tudo aquilo chá e abandono, rapaz!
pois que não estou em idade de procriar
estou trancado num cubo
aí que não abro, não abro a cartinha, não
quão doce será a queda!
leviatã, cravo, roseira, cravo, fundo
ver pontas e criar contornos

Nenhum comentário:

Postar um comentário