sábado, 31 de janeiro de 2015

"milonga" ou "e se parece que subo o morro em lombo de mula"

a milonga caiu como uma luva pro aniversário
que tinha uns temas tropicais, com trepadeiras,
papagaios, tucanos, siritacas, mariemas,
jude dança no meio da sala
seu impacto alcança o chão
estouros que não são amores
estouros que não são amores

e se parece que subo o morro em lombo de mula
enquanto sou a experiência de estar aqui
e surdo aos apelos das malamadas
e tonto ao toar das desgraçadas
tenho por questão o número de tons de bege
que poderia, porventura, encontrar neste chão

jude dança, e o nada,
jude dança, e o nada,
jude dança, e o nada,

quando fui um galo numa manhã assim!,
preciso, no instante, um galo num amanhã assim!
pra atormentar o dobrar dos sonos

jude dança, e o nada,
 e se parece que subo o morro em lombo de mula
e dois rapazes se pegam na sala
e uma doida vira uma garrafa de cerveja
- sorve, vida, tudo que puder pois o amanhã nada! -
nada de galo em manhã qualquer

e se os conservadores
tomarem o poder
a gente vai impedir

Nenhum comentário:

Postar um comentário