segunda-feira, 2 de maio de 2016

o antropólogo, a luz intrusa, o pintor

luas mortas, pálidas ou obscuras, no firmamento da razão,
e é portanto um céu?
as constelações-traços confundem planetas e estrelas,
vidas, possibilidades, fantasmas,
linhas imaginárias, enquanto o sono
o sono
o sono produz monstros, deformações,
enquanto luzes
luzes
luzes fazem o espelho,
e uma acende, outra apaga, cada uma num canto,
é um pouco confuso, mas é real

Nenhum comentário:

Postar um comentário