sábado, 5 de novembro de 2016

conservamos os dentes

gianini reconvexo
duplo espelho alentejo
desalento desejo fome medo
consome cada quina cada canto cada
fossa cada topoi cada raiz
de onde a fome tira o nome
desgoverne desengano-me
vassouras gatos pretos
peço bençãos
ode à chama que consome
ode à chama que consome
ode à chama que consome
circunflexo ao retrovexo
circunscrevo transcrio desafio
desfio devoro deviro deliro
drume drume drume drume ao reverso
grita  um verso grita um terço
grita um torso
trança o tropo e treva o tear,
a velar a velar a velar
vela dos rumos dos mares oscuros
desconhecidos
rimas rimas arremedos remos
rimos
mas é só porque, apesar de tudo,
conservamos os dentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário