quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

sumidouro miragem
harriette sobe na mesa e levanta a saia
caleidoscópio papagaio
grita o quão essa noite é um espetáculo
quase todo o vagão da aeronave
quando todos deixam o resto pra trás

toque uma canção bem alto
feita
de silêncios

não faz a menor diferença o que está
o que pode estar
o que está acontecendo

não me digas mentirinhas, dói demais, diz a poeta,
poderei um dia saber se isso é um alexandrino ou só um desvario
alguns flashes
quaisquer flashes
todos os flashes

do pingo pro balde
da cama pro túmulo
sente lá, sente cá, riem, choram

um desafio diferente
um delírio gostoso
um acontecimento
um lance




sabe como é?



hmmm
vc sabe como é














Nenhum comentário:

Postar um comentário